menu

Conheça 12 mitos e verdades sobre o universo capilar

28/03/2019 - Por: Redação JakBell

Todo mundo sabe que o universo capilar é bastante extenso e esconde muitos segredos. E também não é novidade pra ninguém que desde sempre lidamos com histórias sobre “cortar o cabelo na lua cheia faz o fio crescer mais forte” ou “dormir de cabeça molhada faz mal ao cabelo”, ou até mesmo “lavar as madeixas todo dia é prejudicial”. São muitas histórias, mas, como saber qual delas é verdade ou mentira?

Neste post iremos esclarecer para você alguns desses assuntos que há muito tempo andam circulando por aí.

1- Tratamentos químicos danificam o cabelo

Esta informação é parcialmente verdadeira. Na verdade, para aplicar qualquer tipo de produto químico no cabelo é preciso ter prudência. Por exemplo, pintar os fios brancos de vez em quando não é algo que costuma prejudicar a saúde capilar, isso é, claro, se você optar por produtos adequados e principalmente se o seu fio está devidamente apto a receber àquela química.

Em outras palavras, o cabelo precisa estar hidratado, nutrido e tudo mais. Também é válido saber esperar o tempo certo para realizar a repetição. O fio necessita estar preparado para receber qualquer tipo de química, seja ela de pequena ou alta intensidade.

2 – Lavar o cabelo todo dia faz mal

Falso. Lavar as madeixas todos os dias de forma alguma faz mal à saúde capilar. Na verdade, tudo depende da necessidade do cabelo de cada pessoa. Indivíduos com fios muito oleosos, ou que sejam expostos diretamente à impurezas, normalmente precisam lavar o cabelo todos os dias por um questão de necessidade, e isso não é algo prejudicial.

Seborreia: causas, sintomas e tratamento

Inclusive, em alguns casos, pessoas que estejam em tratamento de seborreia ou psoríase, também costumam lavar a cabeça diariamente por indicação médica. Portanto, desde que você use produtos adequados, não há qualquer problema nisso.

3 – Uma boa alimentação fortalece os fios

Verdadeiro. Antes de realizar qualquer procedimento que vá beneficiar a saúde do seu cabelo, é preciso focar na alimentação. Quando falamos que a saúde ou até mesmo a estética vem de dentro para fora, você pode acreditar. Uma alimentação correta, rica em proteínas, vitaminas e minerais (leite, carne, peixe, legumes, verduras) é essencial para manter um fio forte e saudável. Ou seja, é bom ficar longe de comidas gordurosas, frituras, muito açúcar, processados etc, se você quiser ter o cabelo dos sonhos.

15 alimentos que fortalecem e ajudam o cabelo

4 – Fios danificados, ressecados e porosos são a mesma coisa?

Falso. Algumas pessoas costumam juntar todos esses estados do cabelo em um único pacote, mas a verdade é que existem diferenças entre eles. Falando de modo geral e em escalas, primeiro temos o fio ressecado, que é quando o cabelo necessita de água para se restabelecer. Então, é neste momento que entram os famosos cremes para hidratação.

Sobre o cabelo poroso, significa que temos um problema intermediário, um estado entre o fio ressecado e danificado, e que acontece quando as cutículas tornam-se abertas e existe uma maior propensão à perda de elasticidade do fio e à queda capilar. Neste caso, é necessário fechar as tais cutículas nutrindo o cabelo através de procedimentos como máscaras de hidratação e outros procedimentos semelhantes.

Já o cabelo danificado em si é um caso bem mais sério, que compreende um fio bastante frágil, ressecado, poroso e com alta propensão de quebra e queda. Muitos fios costumam se tornam assim após passarem por diversos processos químicos sem nenhum tratamento devido. Para recuperar um cabelo danificado é necessário passar por algumas etapas de hidratação, reconstrução e restauração do mesmo. Na verdade, quando o cabelo chega nesse estado, é sempre bom procurar uma ajuda profissional, principalmente se ele for longo, loiro, platinado ou tingido de alguma forma.

Óleo de Argan: conheça as suas propriedades e benefícios para o cabelo

5 – Chapinha e secador fazem mal ao cabelo

Parcialmente verdadeiro. Como colocamos no tópico sobre tratamento químico, o que prejudica a saúde capilar neste caso é o uso de maneira exagerada desses utensílios. O que queremos dizer com isso é que, por exemplo, utilizar um secador, babyliss, chapinha em altas temperaturas pode prejudicar a cutícula capilar e detonar o fio, principalmente se o cabelo não estiver em condições de receber tamanha intensidade de calor. Por isso, esteja sempre com o fio hidratado e preste atenção na temperatura.

6 – Dormir de cabelo molhado é prejudicial

Verdade. Esse é um dos hábitos mais comuns por aí e um dos mais prejudiciais. Dormir de cabelo molhado não é bom, justamente pela facilidade das cutículas dos fios serem danificadas durante o sono. Além disso, este tipo de hábito beneficia a atuação de fungos no couro cabeludo, que podem agir aumentando a oleosidade local e originar futuramente a caspa.

7 – Cortar as pontas faz o cabelo ficar mais forte

Falso. Essa é quase que um tipo de simpatia, mas que não interfere em nada nesse sentido. O que normalmente acontece é que profissionais cabeleireiros orientam cortar as pontas para que elas possam crescer de maneira simétrica, além de melhorar a estética, já que as pontas são a parte do cabelo que mais sofrem com agentes externos – quem nunca ouviu falar sobre pontas duplas – e, ao cortá-las, você soluciona isso e melhora a aparência, mas apenas isso.

10 truques simples para você ter o cabelo dos sonhos

8 – Aumentar o número de escovações fortalece o cabelo

Falso. Ao contrário do que algumas pessoas dizem por aí, escovar o cabelo em excesso na verdade pode até ferir e machucar o couro cabeludo, além de danificar os fios. Esses utensílios precisam ser usados de maneira moderada, com bastante suavidade, mesmo em casos de desembaraçamento.

9 – Reparador de pontas restaura o cabelo

Falso. Muita gente acha que a função do reparador de pontas é justamente “reparar” as extremidades dos fios. Mas a verdade é que esta não seria a palavra mais correta para definir o produto. O reparador não “repara” ou “restaura” as pontas do cabelo, o que ele faz é unicamente proteger o local provisoriamente. Ele atua na parte lesionada do fio (pontas duplas) e apenas o sela para que ele não seja ainda mais afetado por agentes externos. Portanto, assim que o efeito passar ou você lavar o cabelo, tudo volta ao normal.

10 – A água do mar prejudica o cabelo?

Verdade. Quem costuma ir à praia constantemente sabe que após o mergulho, o cabelo fica de certa forma bem ressecado. Isso acontece, pois a água marítima é rica em cloreto de sódio, substância que realiza a abertura das cutículas, trazendo muito mais porosidade ao fio. O cabelo perde líquido e consequentemente fica mais seco. Por isso, após chegar em casa, é sempre importante tomar uma ducha de água “doce”, além de hidratar o cabelo para que esse acúmulo de sal possa se desvencilhar dos fios. Essa dica é válida principalmente para quem possui cabelos tingidos.

11 – Gestação deixa os cabelos mais bonitos?

Verdade. Durante a gestação o corpo feminino passa por um processo de várias transformações e alterações hormonais, e essas alterações também afetam positivamente os fios, proporcionando um crescimento acentuado (prolongação da fase anágena) e uma certa diminuição da queda (diminuição da telógena). Além disso, nesta fase o cabelo cresce muito mais bonito nas futuras mamães.

Como combater a queda de cabelo no pós-parto

12 – Cortar o cabelo na lua cheia acelera o seu crescimento?

Falso. Essa é uma das histórias mais antigas que existem sobre o cabelo e que não tem nenhuma veracidade. Na verdade, o crescimento capilar é causado pela divisão e multiplicação de um tipo de célula, os queratinócitos. Estas tais células ficam hospedadas no bulbo capilar, que é onde os fios se desenvolvem, os chamados folículos pilosos. Então, à medida em que os queratinócitos se dividem, eles começam a emergir, fazendo o fio crescer. Ou seja, nada a ver com a lua cheia.

Gostaria de entender mais sobre o ciclo capilar ou até mesmo sobre como melhorar o seu cabelo? Entre em contato com a JakBell. Nossos profissionais estarão prontos para lhe atender e tirar todas as suas dúvidas. Av. Nª Srª de Copacabana, 731, Rio de Janeiro – RJ. Telefones (21) 2255-1084 / 2255-2529 / 99876-3086 (WhatsApp), ou se preferir, chame pelas nossas redes sociais (FacebookInstagram) ou pelo nosso site.