menu

Os riscos do uso da finasterida

06/01/2019 - Por: Redação JakBell

A finasterida é um remédio bastante conhecido para o tratamento da calvície masculina desde 1998, quando o medicamento foi disponibilizado no Brasil para o acompanhamento da alopecia androgenética (SAIBA MAIS). Além disso, ele é muito receitado pelos médicos para poder controlar o avanço da queda capilar, originárias da genética da pessoa ou relacionadas às questões hormonais. No entanto, a pergunta que fica é: usar finasterida vale a pena?

Alopecia Androgenética: causas, sintomas e tratamentos

Os efeitos colaterais da finasterida

Após a substância se popularizar, muitas pessoas vêm relatando efeitos colaterais bem preocupantes. E, por causa disso, a própria bula do remédio acabou tendo de ser atualizada algumas vezes. O uso da finasterida pode originar problemas de disfunção sexual e quadros de depressão severa, de acordo com um estudo realizado pela George Washington University, nos EUA.

Também de acordo com pesquisadores, a substância que é usada em baixas doses para combater a calvície nos homens, pode ter efeitos colaterais mesmo depois de um longo período pós-tratamento.

A finasterida pode causar impotência sexual

A pesquisa conduzida pelo endocrinologista Michael S. Irwing, contou com 61 homens que já fizeram uso da substância e que sofreram com alguma disfunção erétil por, pelo menos, três meses em comparação com um grupo de homens calvos que nunca havia feito uso da mesma. A média dos que tiveram problemas com o uso da finasterida foi de 31% contra 26% do outro grupo.

Os sintomas depressivos moderados ou graves foram identificados em 64% dos que já utilizaram o medicamento. Nenhum participante do grupo de controle apresentou sintomas relacionados à depressão.

Tudo sobre Finasterida, Minoxidil e outros inibidores do DHT

A síndrome pós finasterida

Recentemente, a Food and Drug Administration (FDA), o órgão regulador de medicamentos e alimentos nos EUA, pediu a revisão de tarja dos medicamentos com a substância, devido os efeitos colaterais chegarem a afetar a função sexual do paciente. A depressão já faz parte da relação de efeitos colaterais da bula, mas, diante da nova pesquisa, estudiosos pedem que ela seja revista e que seja dado um destaque maior ao fato.

Alertas sobre o seu uso indevido

O pesquisador defende que médicos e pacientes devem estar cientes dos potenciais problemas relacionados à utilização da substância e faz um alerta sobre o seu uso indiscriminado: “especialmente se ele está sendo usado para fins cosméticos, a fim de alterar um processo normal da idade”. A Jakbell sempre recomenda que qualquer medicamento deve ser orientado por um especialista.

Tratamento para questões capilares

Se você sofre de calvície e outros problemas capilares, entre em contato conosco e conheça os tratamentos Tricomed. Você irá encontrar soluções para a calvície masculina e feminina, além de receber o diagnóstico exato para o seu problema capilar. Entre em contato! Telefones (21) 2255-1084 / 2255-2529 / 99876-3086 (WhatsApp), ou se preferir, chame pelas nossas redes sociais (FacebookInstagram) ou pelo nosso site.