menu

Conheça as diferenças entre o cabelo natural, Remy Hair e a fibra sintética

28/01/2019 - Por: Redação JakBell

Atualmente no mercado existem diversos modelos e opções de perucas para todos os gostos e necessidades. Elas podem ser lisas, cacheadas, cabelo afro, curtas, longas, full laces, laces front etc. Mas a grande diferença de cada acessório está de fato no tipo de cabelo utilizado em sua confecção. Afinal, qual opção de cabelo é melhor para uma peruca: natural ou sintético?

Para saber isso, é preciso também entender alguns aspectos, inclusive os comportamentais, pois cada pessoa tem necessidades distintas. Algumas preferem perucas com um material de maior durabilidade para poderem usá-las por mais tempo; outras desejam um acessório que dure apenas por um período determinado ou durante uma ocasião especial; ou até mesmo devemos considerar também outras necessidades como uma maior praticidade no manuseio do cabelo, já que alguns modelos podem embaraçar com mais facilidade. Ou se você curte estilizar a sua peruca com chapinha, babyliss, secadores e afins, é sempre bom saber que tipo de cabelo deverá ou não comprar.

Então, para ajudar você a entender um pouco melhor sobre o assunto, iremos mostrar o que diferencia um tipo de cabelo do outro.

Cabelo Humano / Natural

O cabelo humano é certamente o tipo de cabelo mais querido e apreciado pela maioria das pessoas, principalmente devido a sua alta durabilidade e aparência natural. É também o tipo de cabelo que pode receber químicas, utensílios de calor e afins, e que normalmente costuma ficar com um aspecto mais liso ao passar pela chapinha e com belos cachos depois do babyliss. Mas apesar de terem mais resistência, também necessitam dos mesmos cuidados que você aplicaria no seu próprio cabelo, ou seja, tem que lavar, condicionar, hidratar etc.

Cuidados e manutenção para perucas de cabelo natural

É comum que muitos cabelos humanos destinados à confecção de perucas, apliques e próteses tenham passado por algum processo químico para a retirada de tinturas, produtos e tratamentos que o doador tenha realizado, ou até mesmo alguma modificação para o acessório poder se ajustar ao gosto do cliente, como em anúncios de perucas cacheadas ou lisas demais. Neste caso, pode ser que o fio tenha sofrido alguma alteração para ficar daquela forma. Existem ainda situações em que os acessórios possam ter sido feitos de maneira personalizada.

Cabelo virgem e não processado

Existem também tipos de cabelos humanos virgens, aqueles sem qualquer tipo de intervenção, normalmente advindos da Ásia e Brasil (os mais requisitados), e os cabelos não processados (Unprocessed Remy Human Hair). Ambos são exemplos de cabelos considerados raros no mercado e por isso mesmo são bem caros.

Cabelo brasileiro: saiba porque ele é tão cobiçado pelas mulheres

Cabelo Natural (Remy Hair)

Se você curte esse universo capilar, certamente já se deparou algumas vezes com os anúncios de perucas em que no título de venda aparece o nome “Remy Human Hair”. Afinal, o que seria isso?

Pois bem, “Remy Hair” é um cabelo natural que apenas possui suas cutículas intactas e todas na mesma direção (cabelo processado). Ele pode já ter sofrido alguma alteração (química) para se adequar ao mercado, ou ter sido coletado de doadores diferentes, mas é apenas isso. O que interessa neste tipo de cabelo é justamente a parte das cutículas, que de fato precisam estar na mesma sintonia, o que implica diretamente na qualidade do fio.

O que são as cutículas?

Podemos dizer que a cutícula é a camada ou parte externa do cabelo. Ela originalmente deve apontar em totalidade para o final da haste capilar, o que caracteriza uma espécie de escudo de proteção para a estrutura interior do fio. Quando esta camada de proteção está danificada, o cabelo tende a embaraçar e embolar com muito mais facilidade, oferecendo uma textura mais áspera. Não é possível enxergar as cutículas a olho nu, porém elas podem ser sentidas ao toque.

Perucas de cabelo natural, sintético ou processado? Qual escolher?

Como identificar um cabelo “Remy”?

Para poder saber se um cabelo é de fato “Remy” você só precisa deslizar os dedos ao longo de um único fio na direção de baixo para cima. Se durante o processo você sentir o algo mais áspero, ou o cabelo ouriçar, quer dizer que ele não é um cabelo “Remy”. Mas se o resultado for o contrário, e ao passar os dedos você sentir um fio mais suave, sem alterações, quer dizer que este sim é um legítimo cabelo “Remy”.

Para você entender melhor, um cabelo não “Remy” (ou “Remi”) é geralmente coletado de diversos modos, inclusive através de restos de fios de escovas. Após isso, as empresas apenas juntam todo o material e realizam um banho de ácido para melhorar o aspecto das camadas do fio e torná-lo mais fino. A partir daí o acessório capilar é confeccionado para a venda.

No caso dos “não-Remy”, após uma determinada quantidade de lavagens, o silicone presente nas camadas se esvai e os fios tendem a embolar com muito mais facilidade. Não é atoa que muitas perucas costumam embaraçar de tal maneira, que às vezes fica até difícil desfazer o nó, necessitando da ajuda de um profissional para consertar o estrago.

Vantagens de um cabelo Natural / ”Remy”

1 – Mais naturalidade no visual
2 – Permite modelar e cortar como quiser
3 – Um cabelo mais saudável e durável
4 – Permite secadores, chapinha, babyliss, tintura (menos descolorir)

A única desvantagem deste tipo de produto é que ele costuma ser um pouco mais caro do que as perucas de cabelo sintético, porém mais baratos que o cabelos do tipo virgem ou Unprocessed Hair. No entanto, ainda sim é um excelente custo-benefício.

Cabelo orgânico

O cabelo orgânico é outro conhecido por mulheres e profissionais do ramo há algum tempo. Este tipo de fio geralmente é bastante semelhante ao cabelo natural (humano), tanto no toque quanto na aparência, porém é fabricado a partir de um material bio-vegetal. Ele também oferece o benefício do manuseio de secadores, chapinhas etc. No entanto, após esses procedimentos, como no caso de uma chapinha em um cabelo orgânico cacheado, após a lavagem, dificilmente ele voltará à sua forma original.

Já para se manter conservado, o fio de cabelo orgânico precisa ser hidratado constantemente, além, é claro, dos cuidados tradicionais que você teria com um cabelo natural. Evite dormir de cabelo molhado. Se puder, após a secagem, faça um coque antes de deitar para evitar o embaraço das madeixas. Tomando todos os cuidados ele poderá durar mais ou menos, entre 2 a 3 meses em boas condições e aparência.

Cabelo sintético tradicional

Muita gente tem algum receio ou preconceito em relação à perucas e apliques de cabelo sintético devido a alguns materiais de má qualidade que aparecem sendo vendidos por aí. Mas a verdade é que nem sempre o cabelo sintético tem aquela aparência brilhosa e artificial que muitos pensam. Existe uma variação na fabricação/confecção de um acessório de fibra sintética, e algumas podem sim oferecer um resultado bastante satisfatório.

Vantagens do cabelo sintético:

1 – São geralmente mais baratos
2 – Excelente opção para quem gosta de mudar o visual com frequência
3 – Prático, pois não precisa de arrumação (o penteado não irá se desfazer)
4 – Oferece uma infinidade de cores e tamanhos

Desvantagens:

1  – Possui pouca durabilidade
2 – Com o tempo costuma embaraçar e se tornar áspero ao toque
3 – Não pode de forma alguma receber calor ou química
4 – Normalmente não fornece a opção de ser estilizado ou cortado

Cabelo sintético (High Hit Fiber)

Existem alguns tipos de perucas sintéticas que são confeccionadas a partir de uma fibra especial, a “High Hit Fiber”. Essa fibra é normalmente mais resistente ao calor. Todavia, não se deve expor a peça à temperaturas muito altas, pois existe o risco de derretimento. A fibra pode resistir até mais ou menos 180º sem um dano mais grave. E lembre-se, quanto maior for a temperatura usada no processo, mais fácil será para danificar o cabelo.

Há situações em que na embalagem de alguns modelos, as empresas apontem a imagem de um babyliss ou chapinha como identificação de que aquele produto aceita o calor do utensílio ilustrado. Isso é válido, mas ainda sim é sempre bom estar atento quanto ao limite e nível de calor presente na embalagem. Leia tudo com bastante atenção!

Manutenção e cuidados para perucas sintéticas

Vantagens do sintético (High Hit Fiber):

1 – São mais baratos que o cabelo humano
2 – Ótimo para quem gosta de mudar bastante o visual
3 – Permite calor até certas temperaturas
4 – Prático, pois não precisa de arrumação (o penteado não irá se desfazer)
5 – Oferece uma infinidade de cores e tamanhos
6 – Geralmente não possui tanto brilho como as sintéticas tradicionais

Desvantagens:

1 – São mais caros que as sintéticas tradicionais
2 – Mesmo com a alta tecnologia, possui pouca durabilidade e não resiste ao calor intenso por muito tempo (em torno de 5 a 8 meses mais ou menos).
3 – Com o tempo costuma embaraçar e se tornar áspero ao toque

Cabelos mesclados

Existem ainda os cabelos chamados de “Human Hair”, mas que na verdade são tipos de cabelos diferentes, mesclados para a fabricação de uma peruca, aplique, full lace etc. Normalmente é um cabelo sintético misturado a um cabelo humano, que permite um resultado um pouco mais natural e que também oferece uma durabilidade maior que o sintético puro. Em geral ele costuma ser bem mais barato que o cabelo 100% humano, mas por ser em parte fibra sintética, você também precisa ter um certo cuidado com o calor, químicas etc.

Então, conseguimos lhe esclarecer um pouco mais sobre este universo capilar? Esperamos que sim! Se quiser saber um pouco mais sobre o assunto, entre em contato com a JakBell. Nossa equipe terá um imenso prazer em lhe ajudar. Av. Nª Srª de Copacabana, 731, Rio de Janeiro – RJ. Telefones (21) 2255-1084 / 2255-2529 / 99876-3086 (WhatsApp), ou se preferir, chame pelas nossas redes sociais (FacebookInstagram) ou pelo nosso site.