menu

12 fatores que podem originar a queda de cabelo

23/08/2018 - Por: Redação JakBell

A queda capilar é uma das grandes preocupações de homens e mulheres no mundo inteiro. A ideia de que isso irá afetar diretamente o visual, de fato, não é algo muito agradável de se imaginar e, por isso, assim como a JakBell, várias outras empresas se tornaram empenhadas em desenvolver o melhor método para retardar e/ou até mesmo cessar a queda do fio.

Também podemos dizer que o rareamento dos cabelos não é de fato uma doença em si. Na verdade, é um sintoma que aparece devido a diversos outros fatores que afetam a saúde do couro cabeludo, e consequentemente dos fios capilares. São centenas de doenças, distúrbios e alterações que podem afetar os cabelos. E devemos considerar também que a velhice, além das predisposições genéticas, também contribuem para isso.

Vale dizer que quanto antes problemas deste tipo forem diagnosticados, mais são a chances deles obterem uma solução, ou seja, aumenta ainda mais a probabilidade de sucesso no tratamento contra calvície masculina ou feminina. Por isso, para que você tenha ciência do que pode estar causando a sua perda capilar, iremos listar aqui, alguns desses principais agentes maliciosos.

1 – Problemas de síndrome metabólica

A síndrome metabólica é caracterizada pela presença de algumas alterações que atuem de maneira conjunta, o que inclui a diabetes, hipertensão, triglicérides altos e obesidade. Se sozinhas elas já fazem um belo estrago no nosso corpo, juntas elas podem afetar, inclusive, a saúde capilar. De acordo com especialistas, essas doenças prejudicam os vasos que levam o sangue para o couro cabeludo, dificultando o acesso dos nutrientes ao local.

Existe também uma outra hipótese levantada de que essas alterações, principalmente a diabetes, cheguem a iniciar um processo de inflamação crônica, comprometendo a saúde do cabelo. No entanto, é sempre bom consultar o seu médico, realizar todos o exames, para entender um pouco mais sobre o assunto.

2 – Dietas restritivas

A verdade é que todo mundo quer ficar em forma, e por isso muitas pessoas recorrem a dietas completamente restritivas por conta própria, deixando de comer o que o corpo esteja precisando para não engordar. Atitudes assim, como já informamos nos tópicos anteriores, só faz prejudicar a saúde, inclusive a dos cabelos. Sem os nutrientes necessários, os fios perdem a força, se tornam opacos e sem vida, completamente desprotegidos. E isso sem falar que dificulta no crescimento deles.

3 – Anemia

A anemia é caracterizada pela falta de glóbulos vermelhos ou glóbulos vermelhos disfuncionais no corpo, causando a redução do fluxo de oxigênio para os demais órgãos. Logo, uma pessoa que esteja anêmica, além de sofrer com fadiga, palidez, tonturas etc, também fica propensa à queda de cabelo, devido a falta de minerais, principalmente o ferro. Um diagnóstico capilar, inclusive, muitas vezes é capaz de indicar se a pessoa se encontra em um estado deste tipo.

4 – Problemas no intestino

Você sabia que o bom funcionamento do intestino também é importante para a saúde dos cabelos? Pois é, se o aparelho digestivo não estiver funcionando bem, sofrendo de doenças inflamatórias, sem conseguir absorver as substâncias benéficas dos alimentos, o cabelo certamente será afetado por este transtorno. Por isso, ao notar qualquer tipo de disfunção, vá ao médico imediatamente.

5 – Problema renal crônico

Quando a filtragem sanguínea é prejudicada devido a uma falha nos rins, o resultado é a incidência de dores de cabeça, cãibra, náuseas, inchaços e problemas de queda de cabelo. É importante dizer que, neste caso, a calvície não aparece como um sintoma inicial da insuficiência do órgão, mas é sempre bom ficar atento. Faça todos os seus exames regularmente.

6 – Disfunções da tireoide

Para quem não sabe, a tireoide, a glândula alojada na região de pescoço, é uma das grandes responsáveis pelo bom funcionamento de todo o nosso organismo, e isso inclui o processo de renovação dos fios capilares. Ou seja, se a pessoa tiver algum distúrbio relacionado à glândula, com uma produção elevada de hormônios, ou até mesmo a falta deles, caracterizando o hiper e hipotireoidismo, o couro cabeludo certamente irá sofrer (saiba mais).

7 – Estresse crônico

Se você é daquelas pessoas que costumam ter picos de estresse elevados durante o dia, devido ao trabalho ou situações do cotidiano, é bom ficar atento, pois isso pode fazer ou até mesmo já estar afetando a saúde do seus cabelos. É bom ressaltar que crises isoladas não são casos para alarde, mas se isso se tornar algo constante, é bom procurar ajuda profissional, pois os seus níveis de hormônios deverão ser verificados.

8 – Ovário policístico

Este é caracterizado como um distúrbio hormonal, uma produção em larga escala da testosterona nas mulheres, que causa um aumento no tamanho dos ovários, com pequenos cistos na parte externa deles. Por isso que na síndrome do ovário policístico existem alterações no ciclo menstrual, obesidade, acne e o rareamento dos cabelos.

9 – Sífilis

A sífilis é uma doença sexualmente transmissível, que nos últimos anos cresceu de maneira absurda no mundo inteiro. E de acordo com vários sites de saúde, inclusive do próprio governo brasileiro, ela, além de causar manchas na pele, feridas e diversos outros problemas nos órgãos sexuais, também afeta a saúde dos cabelos, principalmente em mulheres grávidas. Fique atento(a)!

10 – Micose

Se você pensa que os fungos apenas afetam as extremidades das mãos e dos pés, está enganado(a)! Uma infestação fúngica também pode afetar e iniciar uma descamação, tirando toda a estabilidade dos fios de cabelo. E sem dizer que a região afetada costuma ficar bastante oleosa, e isso não é nada bom para a saúde capilar. Portanto, se a sua imunidade estiver baixa, trate logo de recuperá-la imediatamente. O seu cabelo irá agradecer.

11 – Tabagismo

Um dos grandes inimigos do corpo humano, o tabaco, mais precisamente o cigarro ou o hábito de fumar, é certamente um dos maiores causadores da queda de cabelo em homens e mulheres. Dentre os diversos malefícios que a nicotina pode apresentar, uma delas é a degeneração dos vasos sanguíneos que abastecem o couro cabeludo, além do enfraquecimento dos fios de cabelo.

12 – Doenças autoimunes

As doenças autoimunes são conhecidas por serem alterações causadas pelo próprio organismo da pessoa, ou seja, as células de defesa atacam outras células e tecidos do corpo humano de maneira involuntária. Como alterações autoimunes conhecidas, temos as famosas alopecias, lúpus e a psoríase. A primeira e a última são as principais responsáveis pela perda capilar em homens e mulheres, principalmente a alopecia androgenética, resultado de uma conversão das altas doses de testosterona em di-hidrotestosterona, causando a rarefação dos fios.

Como pudemos notar, existem muitas causas para a queda de cabelo. O tratamento ideal para cada caso irá depender de um diagnóstico preciso, feito por um especialista. Já em relação ao diagnóstico capilar, a Tricomed pode lhe ajudar com a realização de uma anamnese (coleta de dados) tricológica, que conseguirá entender todas as necessidades do seu cabelo.